Uma publicação da:

desde 1998

HORMÔNIOS

BIOIDÊNTICO NANOESTRUTURADO É SAÚDE

Ano VII | ® Editora Conceito, desde 1998 | ISSN 2359-4578 | Editora-chefe: Marta DePaula | Editor-científico: Dr. Luiz Alberto da Fonseca CRO-SP 43730 |  Jornalista: Cezar Brites Mtb 15732


Reverta a cegueira noturna com esta vitamina negligenciada

Dr. Rondó      segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Compartilhe esta página com seus amigos

Com o envelhecimento há um aumento de propensão à cegueira noturna. Por mais desanimador que possa parecer, há uma vitamina que pode ajudá-lo nesta condição.

Trata-se da vitamina A.

Normalmente, sua deficiência costuma limitar-se a pessoas muito carentes nutricionalmente. É por isso que seu médico pode nem pensar em fazer um simples exame de sangue para a vitamina A.

Mas tem um fator que precisamos levar em consideração: a dieta moderna, com grãos e alimentos refinados em grande quantidade, nos fornece apenas uma pequena fração da vitamina A de que se precisa.

Além disso, como nas últimas 60 décadas tem-se pregado uma dieta com pouca gordura, compromete-se a absorção das vitaminas lipossolúveis, no caso as vitaminas A, D, E e K.

Já os nossos ancestrais conseguiam 10 vezes mais vitamina A em seus alimentos do que obtemos hoje. Eram cerca de 20.000 a 30.000 UI por dia em sua dieta.

O que normalmente se recomenda é comer cenouras e legumes, como a abóbora, para obter sua vitamina A. Mas esses vegetais não são sua melhor fonte…

Os legumes vermelhos e laranjas contêm beta-caroteno, que é a pró-vitamina A.

E o seu corpo na sequência converte-a em retinol, a forma ativa da vitamina A.

O grande problema é que ele não faz essa conversão de forma muito eficiente, pois para você ter uma ideia, para cada 6 unidades de beta-caroteno que você come, recebe apenas 1 unidade de vitamina A.

Essa dificuldade de fazer a conversão atingem milhões de pessoas, como diabéticos, crianças e pessoas com baixa função da tireoide ou altos níveis de estresse.

Portanto, a melhor fonte de vitamina A são produtos animais e gorduras animais, como fígado de animais criados a pasto, peixe, ovos, queijo e leite cru.

Nossos ancestrais recebiam o suficiente de vitamina A porque sua dieta incluía muita carne de órgãos e vegetais coloridos. Para se ter uma ideia, a fonte mais concentrada da natureza dessa vitamina é o fígado bovino.

Apenas 250 g de fígado bovino oferece mais de 15.000 UI – ou 545% do seu valor diário (VD) de vitamina A. Em relação ao vegetais coloridos, temos as cenouras e batata-doce, que também são uma boa fonte.

Além da vitamina A, neles há outros nutrientes que você precisa para uma ótima saúde dos olhos. Veja só:

Outros nutrientes importantes para a saúde dos olhos

Astaxantina

Um super antioxidante natural, um carotenoide, mais potente que betacaroteno, vitamina E, licopeno, luteína e CoQ10. Tem capacidade única de entrar nas células oftálmicas, especialmente na retina, protegendo eficientemente a mácula.

É mais poderoso do que a luteína e zeaxantina, facilmente atravessando os tecidos oculares e exercendo seus efeitos com mais segurança e potência do que qualquer dos outros carotenóides.

A nível oftálmico, é importante na prevenção de danos induzidos pela luz, danos nas células fotorreceptoras, nas células ganglionares e nos neurônios das camadas interiores da retina.

Ginkgo biloba

Aumenta a circulação sanguínea saudável para os olhos e reduz a inflamação. E estudos mostram que a suplementação com este fitoterápico melhorou a visão de pessoas com glaucoma. Isso é importante porque o seu fator de risco para o desenvolvimento de glaucoma aumenta a cada ano na medida em que você envelhece.

Luteína e Zeaxantina

São carotenoides que dão aos vegetais suas cores brilhantes. E os melhores carotenóides para melhorar a visão e proteger a sua saúde ocular são a luteína e a zeaxantina. Seu uso promove aumento da densidade do pigmento na mácula, portanto, diminui o risco de degeneração macular. Suas melhores fontes são vegetais folhosos escuros, como espinafre e couve.

Bilberry

O extrato desse berry foi usado na Segunda Guerra Mundial, pelos pilotos da Força Aérea Real Britânica. Promove melhora da visão noturna, além de ajudar a tratar problemas de catarata e retina.

O aconselhável para esses elementos é uma suplementação para que realmente se obtenha níveis ótimos. Converse com o seu médico!

 

Referências bibliográficas:

  •  University of Maryland Beta Carotene
  • Am J Clin Nutr. 2000;71:878-84
  • Journal of Nutrition 2004 Jan;134(1):237S-240S
  • Br J Ophthalmol.  2006
  • Biochim Biophys Acta. 2012 Jan; 1821(1): 113–123
  • J Optom. 2013 Jul.
  • JAMA Pediatr.2017Dec
  • Soluções naturais para recuperar sua visão!
 

 

 

Fonte: www.drrondo.com

Comentários

Hormônios são os responsáveis pela regulação das atividades fisiológicas  e comportamentais como o sono, o humor, a digestão, o metabolismo, a respiração, a função tecidual, a percepção sensorial, a excreção, a lactação, o estresse, o crescimento, o desenvolvimento, o movimento e a reprodução.





É assim que os nossos HORMÔNIOS agem...

   A boca normalmente vem acompanhada de rins, pâncreas, fígado, coração, pulmões...e tudo o que for feito terá ação sistêmica.
O mesmo HORMÔNIO que lubrifica a articulação mandibular, lubrifica seu joelho! O mesmo HORMÔNIO que determina sua osseointegração no implante dentário, determina sua osteoporose e o mesmo HORMÔNIO que melhora a sua gengivite, melhora a qualidade do seu sono... Dose seus HORMÔNIOS!!

LEIA MAIS AQUI!

 


CÉREBRO




A boca não está separada do restante do corpo, e várias alterações sistêmicas influenciam diretamente na saúde bucal. Diabetes, inflamações, infecções, alterações hormonais etc- todas essas condições têm influência na saúde das gengivas e ossos. Infecções dentárias também podem se disseminar facilmente por várias partes do corpo. Um microorganismo da boca pode entrar na circulação sanguínea e provocar danos às artérias ou outras doenças.
Através de exames podemos identificar alterações que podem interferir nos resultados dos tratamentos realizados.

Leia mais aqui!