Uma publicação da:

desde 1998

HORMÔNIOS

BIOIDÊNTICO NANOESTRUTURADO É SAÚDE

Ano VII | ® Editora Conceito, desde 1998 | ISSN 2359-4578 | Editora-chefe: Marta DePaula | Editor-científico: Dr. Luiz Alberto da Fonseca CRO-SP 43730 |  Jornalista: Cezar Brites Mtb 15732


Hormônios na Odontologia


Vitamina D3 na Odontologia

Importância da vitamina D na odontologia, você sabia que ela é um hormônio!? Consulte seu cirurgião-dentista, através de exames de sangue podemos ver como estão as taxas de hormônio D e fazermos sua suplementação adequada!

@dra_lis_soncini      sábado, 12 de outubro de 2019

Inter-relação entre hormônios sexuais e doenças periodontais nas mulheres

Pra quem não imagina o que acontece com quem toma anticoncepcionais!!!

@dr.marcobotelho      sábado, 12 de outubro de 2019

Xerostomia x Menopausa

Causada pela diminuição na produção de hormônios responsáveis pelos ciclos menstruais e pela fertilidade da mulher

@especialeodonto      sábado, 12 de outubro de 2019

Menos Vitamina D, mais doenças periodontal, mais osteoporose

A osteoporose sistêmica e os baixos níveis de vitamina D podem influenciar a condição periodontal e podem estar associados à perda dentária, de acordo com artigo.

@dradaniellemurta_rj      sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Hormônios e Odontologia

A região Orofacial é composta por vários tecidos: conjuntivo; ósseo; articular; muscular; glandular; neural e epitelial que se organizam nas estruturas que compõem a região de cabeça e pescoço que são as áreas de atuação do cirurgião dentista.

@dradenizelatronico      quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Por que o Cirurgião-Dentista precisa entender de hormônios?

Como costumamos dizer: Um Cirurgião-Dentista atende em sua vida profissional, um paciente que chega em seu consultório com cabeça, pescoço, tórax e abdômen e seus respectivos órgãos internos,

Dr. André Oliveira      domingo, 15 de setembro de 2019

Hormônios na Odontologia

O corpo humano é sistêmico, sendo assim deve ser avaliado integralmente. A cavidade bucal, é porta de entrada para agentes patogênicos, causadores de doenças

Dra. Cibele Puhl      segunda-feira, 1 de julho de 2019

Hormônios são os responsáveis pela regulação das atividades fisiológicas  e comportamentais como o sono, o humor, a digestão, o metabolismo, a respiração, a função tecidual, a percepção sensorial, a excreção, a lactação, o estresse, o crescimento, o desenvolvimento, o movimento e a reprodução.





É assim que os nossos HORMÔNIOS agem...

   A boca normalmente vem acompanhada de rins, pâncreas, fígado, coração, pulmões...e tudo o que for feito terá ação sistêmica.
O mesmo HORMÔNIO que lubrifica a articulação mandibular, lubrifica seu joelho! O mesmo HORMÔNIO que determina sua osseointegração no implante dentário, determina sua osteoporose e o mesmo HORMÔNIO que melhora a sua gengivite, melhora a qualidade do seu sono... Dose seus HORMÔNIOS!!

LEIA MAIS AQUI!

 


CÉREBRO




A boca não está separada do restante do corpo, e várias alterações sistêmicas influenciam diretamente na saúde bucal. Diabetes, inflamações, infecções, alterações hormonais etc- todas essas condições têm influência na saúde das gengivas e ossos. Infecções dentárias também podem se disseminar facilmente por várias partes do corpo. Um microorganismo da boca pode entrar na circulação sanguínea e provocar danos às artérias ou outras doenças.
Através de exames podemos identificar alterações que podem interferir nos resultados dos tratamentos realizados.

Leia mais aqui!